Terça-feira, 30 de Junho de 2009

Por quanto mais tempo!!!

Por quanto mais tempo terei eu de aguentar este triste dia a dia banhado num odio sem alvo ou proposito?

 

Quantas mais batalhas terei de travar, quantos mais sacrificios terei de fazer, sem um objectivo ou missão?

 

Quantos mais vou ter que coordenar e apoiar, sabendo que por mais que o faça jamais vão se conseguir manter sobre as suas pernas, porque simplesmente sabem que ao cair alguém os vai ajudar a levantar?

 

Quanto tempo mais vai a minha paciençia e resignação aguentar um dia a dia sem prazeres, sem gosto por cada momento passado e vivido?

 

Quanto tempo mais se irá manter a minha mascara de credibiliade e de calma?

 

Quanto tempo, mais terei de esperar até encontrar o meu descanso, descanso que faz tanto tempo que anseio e não encontro?

 

Quanto tempo mais terei eu de viver, quando todo o meu dia a dia me assusta, e me amedronta?

 

Porque será que os que querem viver morrem e os que morrem continuam a viver?

: What a fuck am I doing here?
: Pantera - By demons be driven
Posted por Lobo Mau às 20:01
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Weekend

  Fim de semana!!!!

 

  Depois de uma dura semana, constantemente a tentar fazer aparecer viaturas para aluguer, chega a altura do merecido descanço do Guerreiro. Nem tudo foi mau, ou nem tudo foi trabalho, ums tantas noitadas e bezanas na companhia do chefe, tornaram a semana, mais animada, mas mais dura :D

 

 Também uma nova estabilidade familiar que foi encontrada vai permitir o meu fim de semana ser mais descançado, embora sinta que vou passar parte dele a trabalhar também, mas who cares? The time its now.

 

 No entanto, a meia garrafa de vinho do Porto que lá está em casa pede para ser acabada, e tudo o mais convida-me á festa caseira e descomplicada... A ver vamos, se um desafio aparecer pode ser que o aceite, pode ser que a praia me faça o seu chamado, mas para já o essencial vai ser descontrair.

 

  Life aint that bad!!!

Posted por Lobo Mau às 19:22
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 22 de Junho de 2009

Fadas

  Nada como uma voz suave ao telefone para nos mudar o dia a dia.

 

  Pessoalmente já me conheço, a monotonia mata-me, deixa-me aborrecido e sem desafios e normalmente é no meio da confusão e da complexidade que consigo demonstrar o meu melhor.

 

  O mesmo se aplica com a mulheres com quem me relaciono ou me tento relacionar. Vindo do almoço, no carro com o meu chefe, um telefone surge que vem trazer um sorriso de orelha a orelha na minha face. Alguém que eu vejo como extremamente interessante, mas de certa forma quase inatingivel, retoma contacto e um novo desafio se impõe.

 

  Uma voz carinhosa de uma mulher que acho deveras interessante faz com que desperte novamente uma serie de emoções que uma certa distancia oceanica ajudou a adormeçer.

 

  Não há nada como sentirmos alguém que possui uma enorme empatia connosco, o sentimento que existe alguém que gosta da nossa presença, apenas porque somos nós, dá uma sensação de grandiosidade interna, incomensuravel.

 

  Verdade seja dita que se a distancia não fosse um factor intimidadnte já poderia o rumo da situação ter sido alterado para mais proximo ou não, mas a verdade é que a distançia é um elemento enibidor, quer em amizades ou algo mais.

 

  Mas hoje nada disso interessa, resta a certeza que um reencontro está para breve e que está a chegar as horas de aproveitar os momentos e a companhia de quem nos faz sentir bem e com a qual sentimos que estamos a proporcinar o mesmo sentimento.

 

  Hoje, como excepção aos ultimos tempos, sinto-me bem com a minha vida. :D

Posted por Lobo Mau às 14:55
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 21 de Junho de 2009

Demons from the past.

There are demons that haunt our days and nights. Demons from past deeds, past failures and loved one that passed away.

These demons eat you from the inside, tearingf apart the very tissue of your being, the essence of you charecter and pride.

 

One needs to be mindfull of these demons, for they can destroy you faster than an enemy's bullet or sword.

 

Each day I have fought my demons, altough I do not know whom its winning, for if I am still standing, I am not the man I once was. Still standing tall and proud, but the feeling inside its not the same. Defeat tastes bitter, due to the constant haunting, and victory bring onlyhalf the sweetness of my younger years, cause it comes mixed with the feeling of someones sacrifice.

 

A dark knight have I become, A dark samurai, roming the days, not allways loved, not allways desired, but allways fighting to make a stand, for honor and pride's sake.

Posted por Lobo Mau às 15:14
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 16 de Junho de 2009

Viver sem Horizonte.

Quantas vezes damos por nós a imaginar o futuro, a planea-lo e estruturar os nossos dias?

 

Quantas vezes conseguimos alcançar os nossos objectivos da forma a que nos proposemos, ou mesmo conseguimos de todo alcança-los.

 

Quantas vezes a vida nos dá o chamado soco no estomago, nos faz sentir que tudo o que desejamos e projectamos, foi adiado ou irremediavelmente tornado inviavel?

 

Não, a ideia não é ser negativista com a vida, não é deixar de planear o futuro, mesmo que se sinta que nenhum dos nossos planos virá a ter sucesso. Não pretendo também institucionalizar o dito Carpe Diem, a ideia de viver todo o dia como o ultimo sem qualquer preocupação na vida.

 

Apenas sinto que dá que pensar o facto de nós, contra as advercidades e rasteiras que a vida nos vai passando ao longo dos anos, continuamos de maneira resoluta a planear, a arranjar estratagemas para conseguirmos nem que seja um pouco apenas do que almejamos.

 

Pessoalmente, a minha vida quer pessoal, quer profissional tem sido uma eterna luta onde não existe horizonte, onde as coisas se me apresentam como vultos. As metas que vou alcançando são de algumas forma, me impostas por uma vida em sociedade que nem sempre me agrada ou com a qual nem provavelmente me consigo identificar.

 

Dizendo a verdade, os meus sonhos de infançia são inatingiveis, os sonhos de gloria e de grandiosidade são possiveis apenas na mente de uma criança como eu outrora fui. Hoje um homem, com ideais de honra e respeito que se encontram fora de epoca e que são tão unicos e individuais como eu, sinto que tudo o que para mim procuro são o prémio de consolação, o chocolate que se dá a uma criança que não ganhou a corrida, mas cujo esforço foi digno.

 

Resolutamente sigo em frente, alcançando metas que jamais imaginei, pois não foram necessariamente por mim projectadas ou delineadas, mas sim incutidas pelas necessidades do meio e da sociedade. Com noção de que o meu desejo por uma maior gloria na minha vida é o elemento impulsionador para as conquistas e vitorias que alcançei até hoje, sigo através da nevoa de um horizonte encoberto, rumo a um futuro indistinto e insatisfatorio.

 

Perguntem-se agora: - Muito já conquistei, mas do que eu conquistei, quantas dessas coisas serão as que eu realemnet desejava?

Posted por Lobo Mau às 17:36
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 8 de Junho de 2009

Linkin park - Leave out all the rest

I dreamed I was missing
You were so scared
But no one would listen
Cause no one else cared

After my dreaming
I woke with this fear
What am I leaving
When I'm done here

So if you're asking me
I want you to know

[Chorus]
When my time comes
Forget the wrong that I've done
Help me leave behind some
Reasons to be missed

And don't resent me
And when you're feeling empty
Keep me in your memory

Leave out all the rest
Leave out all the rest
[End Chorus]

Don't be afraid
I've taken my beating
I've shared what I made

I'm strong on the surface
Not all the way through
I've never been perfect
But neither have you

So if you're asking me
I want you to know

[Chorus]
When my time comes
Forget the wrong that I've done
Help me leave behind some
Reasons to be missed

Don't resent me
And when you're feeling empty
Keep me in your memory

Leave out all the rest
Leave out all the rest
[End Chorus]

Forgetting
All the hurt inside
You've learned to hide so well

Pretending
Someone else can come and save me from myself
I can't be who you are

[Chorus]
When my time comes
Forget the wrong that I've done
Help me leave behind some
Reasons to be missed

Don't resent me
And when you're feeling empty
Keep me in your memory

Leave out all the rest
Leave out all the rest

Forgetting
All the hurt inside
You've learned to hide so well

Pretending
Someone else can come and save me from myself
I can't be who you are
I can't be who you are

 

Posted por Lobo Mau às 20:42
| Comentar | ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Uivos recentes

. Lembranças

. Para aminha Canuca

. Uma questão de confiança

. The game its on.

. High Heels Effect

. Two weeks later

. Sonolência, ou não

. ...

. Nada é gratuito neste mun...

. Bonança

.Links Recomendados

.Arquivos

. Maio 2010

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Agosto 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.Moon Fases



lunar phases
 

.Contador de Uivos

Jewish
Sony Ericsson w300i
blogs SAPO