Segunda-feira, 31 de Janeiro de 2005

title

Em meus sonhos de criança
Sonhei com um céu estrelado
No qual pirilampos voavam
E os homens na terra meditavam
Em meus sonhos de criança
Sonhei com uma vida completa
Cheia de reinos repletos de gória
E com uma vida de fazer história
Em meus sonhos de criança
Sonhei em ser amado
E sonhei ter alguém sempre a meu lado
Mas a criança rapido morreu
E os sonhos morreram no homem que sou eu
Vazio na escuridão, estendendo a minha mão
Mas a mão que estendo ninguém segura
Pois seco me tornei
E para sempre está perdido o que sonhei.
Posted por Lobo Mau às 01:40
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 30 de Janeiro de 2005

title

Os ultimos dias da minha vida têm sido uma MERDA. Escrevo neste momento em minha casa, que nada de minha tem e sinto as lagrimas a virem-me aos olhos.
Por varias vezes me disseram, "Olha para o teu umbigo, pensas e perdes demasiado tempo com os outros" e finalmente ontem atinjiu-me como uma pedra; todos olham para mim como uma pessoa sensata, segura e confiavel, todos me pedem ajuda e conselhos e lá estou eu aqui aguardando para poder ajudar... Mas o que aconteçe nos momentos em que estou só, naqueles em que não há ninguém para ajudar? Nada, não se passa nada, porque dediquei a minha vida a ajudar aos outros que já nem sei quais são os meus sonhos e se os tenho, quando estou sozinho fico sem saber o que fazer pois não há ninguém para ajudar. E o que aconteçe quando me sinto em baixo, quem está aqui para mim? Também isso me atinjiu como uma pedra; Ninguém!
Sinto que desde a tenra idade dos 7 anos que meti o mundo e o bem estar dos outros ás costas e que me esqueçi de mim.Desde essa data que não sinto um colo, embora saiba que tenha tido apoio de muita gente, mas nunca esteve alguém a caminhar a meu lado.
Hoje, agora que escrevo isto as lagrimas já me correm pelo rosto e não sei o que fazer, estes ultimos dias foram demais para a minha capacidade de encaixe e sinto-me destroçado e sozinho. Varios dos meus amigos andaram a precisar de ajuda e estive lá para eles, cansado ou não apoiei no que podia, e agora sinto-me só e a precisar de apoio e ninguém está aqui para mim...
Cada um tem aquilo que mereçe, costuma-se dizer, mas não consigo ver o que teria feito para mereçer estar assim, porque tenho eu que caminhar sozinho, porque tenho que ouvir "És um excelente amigo" quando o que me sabia bem era outras palavras masi profundas, não conseguirei eu inspirar nada mais que uma amizade?
Bom, aberta a janela o calor sai e o frio entra, e terá de ser assim que vou ter de viver a minha vida, frio para poder fazer algo mais de mim.
mais uma vez a frase do dia é FODA-SE
Posted por Lobo Mau às 17:23
| Comentar | Adicionar aos favoritos

title

Ora ai está mais uns dias de reflecção que ando a travessar e como tal chego a mais uma conclusão.
Amizades, algo de extremamente importante na vida de qualquer pessoa e por vezes algo tão difiçil de se conseguir. Eu no entanto cheguei a uma conclusão após analise das minhas amizades, uma amizades é uma porta que abre para os dois lados, e como tal um sentimento partilhado, ora no meu caso eu tenho imensos amigos o que aconteçe é que é extremamente difiçil eu os aceitar como tal, ou seja, as pessoas gostam de mim e olham-me como amigos mas na verdade eu não partilho muitas vezes o mesmo sentimento.
É verdade que maneira geral excepto o meu mau feitio, sou uma pessoa afavel e muito dada, sendo até agradavél, no entanto quando chega á perte em que tenho que partilhar sentimentos, é-me complicado faze-lo e assim afasto-me das pessoas.
A frase diz que amigos é poucos mas bons, e eu concordo, mas porque tenho eu que arranjar tantos tão bons amigos, faz-me falta um bom inimigo, um vilão que faça despertar algo mais dentro de mim. E acima de tudo porque faço tantas amigas (verdadeiras), a maioria dos homens é incapaz de dizer que tem uma amizade verdadeira com uma mulher e o facto é que algo assim comigo não aconteçe sendo-me mais complexo uma "aproximação" diferente. Bem mas isso são outros quinhentos.
assim a ideia é deixar aqui um brinde á amizade e apresentar a bela frase escrita por JRR Tolkien no discurso de despedida de Bilbo Baggins: I don't know half of you as well as I should like; And I like less than half of you half as well as you deserve.
Posted por Lobo Mau às 12:19
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 29 de Janeiro de 2005

title

Ao longe, distante te vi
Brilhante sob o sol da manhã
Por breves momentos te possui
Sem pensar no amanhã.
Hoje o fogo apagou
E sem perceber o porque
Uma noite tudo mudou.
Como arestas dum prisma
Personalidades chocadas
E nem mesmo caricias trocadas
Isso modificou.
Espirito selvagem possuo
Mas de um selvagem aprisionado
E com receio e medo vivo
De revelar o que tenho guardado.
Agora chegou a ora do adeus
E embora com tristeza
De ti me despeço.
Posted por Lobo Mau às 06:53
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2005

title

Boa tarde pessoal.
Hoje não trago poemas, mas sim venho aqui meditar um pouco sobre as situações da vida.
Imaginem a vossa vida, existe sempre aquela parcela dessa vida na qual sentimos que nos dá problemas, na qual ansiamos por aquela determinada coisa ou situação que soluçionava os problemas e que pareçe não aconteçer.
O mais ridiculo é que quando se dá a felicidade de se obter o que se ansiava tanto, quando pensamos que os nossos problemas estaram resolvidos e que finalmente vamos entrar numa fase de maior paz interior, dedicação á nossa vida e tudo o mais, deparamo-nos com outros tão ou mais complexos problemas resultantes dessa alteração na nossa vida.
É triste viver a pensar que isto, ou aquilo que afinal tanto desejamos, não nos vai afastar os problemas, mas sim trazer outros para os substituir. há sempre que desejar mais e sem medos, mas algo assim visto deixa tudo um pouco vacilante, deixa alguém a perguntar-se será que ainda vale a pena correr? Não sou poeta ou sábio e como tal, posso apenas quotar quem o foi, e assim sendo é como dizia Fernando Pessoa:
-Tudo vale a pena
-Se a alma não é pequena
soa tanto a verdade, mas é dificil muitas vezes de aplicar á realidade.
Bom era mais ou menos isto, aguardo os vossos comentários.

Abração

Diogo
Posted por Lobo Mau às 05:54
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 16 de Janeiro de 2005

title

Numa noite de palido luar
Passeando na praia
Lá te vi á beira-mar.
Uma silhueta solitária
Magnifica contra a escuridão!
Fiquei sem saber que fazer,
Batia rapido o meu coração,
Pensava em ir te conheçer
Mas com tão bela visão
Nem me conseguia mexer!
Uma eternidade terá passado
Até ter tido finalmente
Coragem para me sentar a teu lado.
Também tu havias reparado
Que eu me passeava
E confessas-te baixinho
Que também teu coração pulava.
Algo tão estranho acontecer
Um amor á primeira vista,
Tão difiçil de conceber
Mas encontramo-nos, almas gémeas
E juntos ficaremos até morrer.
Posted por Lobo Mau às 13:14
| Comentar | Adicionar aos favoritos

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Uivos recentes

. Lembranças

. Para aminha Canuca

. Uma questão de confiança

. The game its on.

. High Heels Effect

. Two weeks later

. Sonolência, ou não

. ...

. Nada é gratuito neste mun...

. Bonança

.Links Recomendados

.Arquivos

. Maio 2010

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Agosto 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.Moon Fases



lunar phases
 

.Contador de Uivos

Jewish
Sony Ericsson w300i
blogs SAPO