Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2005

Enterrado no trabalho

Pois é ando tão enterrado no fluxo do trabalho, que não consigo ter criatividade para me sentar e escrever algo... Talvez depois desta tão estranha epoca...

Akele Abraço

Posted por Lobo Mau às 04:08
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2005

Bloodied

Has I lifted my body from the boody carnage of the battlefield I realized the true meaning of war: Old men talking, and young men dying! Lots of men dying for a very few men ideals. Knowing I was a mess and understanding by the feeling of hot lead inside my body, that I could not survive alone, I found my self still overlooking the surroundings, in search of any danger.
People say you life flashes before your eyes before you die, and it is kind of true, although I wasn’t dying yeep, I realised I was reliving in my mind the hours and the decisions which have pushed me into fighting in someone elses war. Nothing was threatning me or even my own, my lifestyle wasn’t endangered, so why had I left all behind to come to a remote place to come and kill my fellow man, in his own land? The anwer hit me like fist full of steel in the gut, I was deceived into coming here to fight a war for someone elses profit, people had me belive that it was my duty and honor to fight someone elses privat war. I was young and foolish, and I had been had.
By this time, I had allready patched up all my wounds, looking more like a torn puppet then a real man, but that wasn’t far from the tuth, I was a puppet in anothers hand. With this feeling in my heart I lifted myself up, and started walking reluntant to die, feeling inside that my honor, pride and duty, demanded to search with all my strenth left, my boodbrother who needed me on that battlefield. But most of all, I was demanded to survive at all cost, so that my epiphany could be shared to those whom had not yeep seen the darkness of war, in order to keep them from this nightmare...

Posted por Lobo Mau às 14:57
| Comentar | Adicionar aos favoritos

Raiva Profissional

Nossa, que raiva por vezes me dá quando invadem o meu território! Então quando é o meu terreno profissional e sei o que tenho que fazer, odeio quando vem alguém por traz a desfazer e a fazer algo que não faz ideia do que é que se passa e como se organiza, então se for o meu chefe isso dá-me uns ataque s de fúria que apenas a minha força de vontade modera.
Provavelmente perguntam-se o que faço eu. Muito simples, não faço nada, levo na cabeça o dia inteiro… Sim porque isto de se ser supervisor de um turno de rent-a-car só dá para isso. Está-se mesmo no meio da jogada, ou seja tem-se poder de decisão, mas esta é retirada pelo chefe (pelo menos o meu actual), leva-se na cabeça dos recepcionistas e transferistas pois as decisões do chefe, têm tudo menos de humano, e assim temos que ouvir as reclamações, interpreta-las, filtra-las e transmiti-las de modo coerente o suficiente para se poder melhorar algo. Além disso temos uma frota de uma estação para gerir diariamente, o que é alugado, o que é, margens de erro em casos de avaria, acidente, imprevistos etc.
Ou seja passo o meu dia a coordenar umas 7 ou mais pessoas e 100 ou mais carros, e isto sempre a encher, do chefe e dos subordinados. Mas falta aqui um factor importante, os clientes pois estes quando algo não lhes agrada ou corre mal, pedem para falar com o responsável, o chefe de estação “desmarca-se” e o recepcionista não pode decidir… Toca a encher… lol
Enfim, tinha uma vida profissional santa quando era recepcionista, tanta vez dá vontade de abandonar o cargo e regredir para poder ter um pouco de paz de espírito, mas ao mesmo tempo o respeito e confiança dos colegas dá-me força para continuar a lutar e melhorar tudo, dia a dia, de modo a poder estar à altura da sua confiança.
Neste desabafo profissional, fica um abraço e um obrigado ao meu amigo Bruno, ao chefão Hugo e a todos os que comigo trabalharam neste ramo e me ensinaram apoiaram e acima de tudo em mim apostaram.

Posted por Lobo Mau às 11:27
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2005

Robotnick ;)

Após espreitar o Blog do meu amigo Jojó, venho aqui apresentar mais uma versão do meu nome... Desta vez uma versão robotica. Digital Individual Optimized for Galactic Observation

Functional Electronic Replicant Responsible for Exploration, Infiltration and Rational Assassination

Pessoalmente prefiro o Ferreira - lol

Posted por Lobo Mau às 05:25
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 9 de Dezembro de 2005

Cartas de Amor

Hoje já ninguém escreve a ninguém, as velhas cartas de papel colorido e perfumado, cairam em desuso. Hoje é considerado piroso escrever no velho papel a alguém... Hoje manda-se um mail a quem amamos e se for preciso fazemos um PPS no qual vem até uma musiquita da qual gostamos e uma foto a dar-se um beijo á nossa/o amada/o.
Dizia Fernando Pessoa, que todas as cartas de amor são ridiculas, mas no entanto este escrevias-as pois conheçia o seu efeito, o seu merito e o empenho que é necessario para se escrever uma boa carta de amor, que impacto tem um mail ou um PPS, que pode ser guardado num CD e ficar perenemente conservado... as cartas de amor tal como o amor sofrem desgaste e evolução, devem de acompanhar a relação. Pessoalmente possuo algumas cartas de amor que para mim foram escritas no passado e tal como as relações o papel já está gasto, embora conservado, ao lelas vejo o sentimento de quem as escreveu presente na letra e nas palavras escolhidas, o seu perfume já á muito que desapareceu,mas quando as leio relembro-o e relembro também o cheiro de quem mas escreveu.
O passado não faz de nós quem somos e como amamos, mas é uma parte muito importante, e é importante notarmos que tudo o que sofre o efeito do tempo, tal como as relações evolui e desgasta-se...
neste tempo em que me encontro romantico (aliás eu sou um romantico) e nostalgico, deixo aqui o apelo, voltem ás cartas de amor, escritas no estado ebrio em que apenas o amor nos deixa, quem as receber que as guarde pois elas são a revelação dos sentimentos nutridos por outrém e como tal devem de ser importantes para nós mesmo... Cartas de Amor VOLTEM....

Akele abraço

Posted por Lobo Mau às 05:52
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 8 de Dezembro de 2005

Godsmack - I Stand Alone

Godsmack

I Stand Alone

Now I've told you this once before
You can't control me
If you try to take me down you're gonna break
Now I feel your every nothing that you're doing for me
I'm picking you outa me
you run away
I stand alone
Inside
I stand alone
You're always hiding behind your so called goddess
So what you don't think that we can see your face
Resurrected back before the final fallen
now they've arrest utill I can make my own way
I'm not afraid of fading
I stand alone
Feeling your sting down inside of me
I'm not dying for it
I stand alone
Everything that I believe is fading
I stand alone
Inside
I stand alone
And now its my time (now its my time)
It's my time to dream (my time to dream)
Dream of the sky (dream of the sky)
Make me believe that this place is invaded
By the poison in me
Help me decide if my fire will burn out
Before you can breathe
Breathe into me
I stand alone
Inside
I stand alone
Feeling your sting down inside of me
I'm not dying for it
I stand alone
Everything that I believe is fading
I stand alone
Inside
I stand alone
Inside
I stand alone
Inside
I stand alone
Inside

Posted por Lobo Mau às 19:42
| Comentar | Adicionar aos favoritos

Trabalhar em feriados

Trabal har em feriados, por vezes é uma grande seca... Toda a gente está em casa e um tipo está no trabalho. Mas o pior é quando se está no trabalho e não há nada para fazer e se tem que andar por ai a aturar as ditas 8 horas laborais a contar as horas que nunca mais passam.
A unica grande vantagem é que não temos o chefe para estorvar e as coisas correm para todos de uma maneira mais "smooth", sem stress e com uma organização mais consistente (pelo menos com o meu). mas não podemos esqueçer também que no feriado, lá se ganha mais umextrazito para se poder gastar no final do mês.

Bom com este desabafo, fica aqui o post de hoje.

Posted por Lobo Mau às 13:24
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2005

Um pouco sobre o Guerreiro D'Ontem e de Hoje

Numa manhã de Inverno cheia de sol acordei a pensar em ti e no meu velho ser. Naturalmente que acordei bem disposto, contrariamente aos outros dias, mas isso pouca diferença faria pois a minha mente divagava livremente por memória de batalhas travadas no passado, umas ganhas outras perdidas e no meio de toda esta lembrança, apercebi-me de algo sobre mim, apercebi-me que numa idade mais tenra, batalhava em vós alta, era mais altivo sempre de peito cheio de orgulho nas minhas demandas e apercebo-me que isso é um dos factos pelo qual era respeitado, quer por amigos quer por inimigos. Hoje continua a travar as minhas batalhas, mas de uma maneira mais sub-reptícia, na escuridão do dia a dia, continuo a minha luta pelo que acho certo e justo, neste momento já não me lanço de guarda aberta para o perigo aguardando o primeiro ataque e confiando na minha destreza para me desviar á ultima hora. Sinto que amadureci, e hoje ao acordar, pensar em ti, nas tuas palavras e no meu passado apercebi-me que já não ocupo o mesmo lugar que ocupava anos atrás, já não sou o soldado que luta pelos seus ideais e vida sozinho no campo de batalha, neste momento existe quem dependa das minhas decisões, dos meus sucessos e enfim das minhas derrotas, neste momento sinto-me como um capitão obrigado a seguir as ordens dos generais, mas tendo sempre que lutar pelo que é justo e certo, tendo em conta o bem estar dos seus subordinados, evitando ao máximo pequenos riscos desnecessários que levariam à perda inútil de vidas…
Cheguei a pensar em determinada altura da minha vida que tinha abandonado a espada e que o que fazia agora era digno apenas de uma pequena adaga nas minhas mãos, mas esta manhã apercebi-me que a espada continua no meu punho como se fizesse parte do meu braço, mas agora possuo um escudo e sou levado a lutar de uma maneira diferente, mais complexa pois o facto de ter que utilizar o escudo e apenas uma mão na espada, torna mais difícil atingir o alvo pretendido.
Numa manhã de Inverno cheia de sol cheguei a uma conclusão! Eu continuo a ser eu mesmo, embora alterado pelo tempo, vivência e responsabilidade, mas continuarei sempre eu, e em contrario ao que queria fazer-me entender, continuo a lutar, mas de uma forma ainda mais dignificante pois hoje não luto só por mim e a pensar em mim, a minha experiência permite-me salvaguardar muitos e tal facto torna as minhas batalhas actuais ainda mais dignificantes!

Posted por Lobo Mau às 05:00
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 3 de Dezembro de 2005

Cronicas de um Romantico

Deito-me, só, na escuridão fria do meu quarto, enquanto a chuva bate lá fora e penso em ti. Penso no teu sorriso, nas covinhas que o teu rosto faz quando sorris, e penso no tempo em que eu era o motivo pelo qual sorrias. Relembro os dias debaixo do sol, que passamos, estendidos na relva dos jardins ou mesmo nos dias que estirados na areia das praias, nada mais existia em nossas mentes do que nós os dois, os dias em que éramos apenas um ser livre dos grilhões do tempo e espaço, o tempo em que eu era completamente teu, e tu eras completamente minha.
Nestas noites sós e frias, tento recordar o que poderia ter falhado entre nós, quando o amor parecia ser inabalável, inquebrável e perpétuo. Quando será que o que sentias por mim se perdeu? Quando terá sido que o meu fascínio sobre ti desapareceu? Quando terá sido que a tua essência se apartou da minha e eu nem me apercebi? Uma única certeza tenho, fui um cego por não me aperceber o que se passava, cegava-me o desejo por ti e o desejo de te agradar, mas talvez tenha sido esse o erro, terei sido demasiado doce e tal como tudo o que é demasiado doce, leva-nos a enjoar essa mesma doçura. Mas se foi este meu erro estou fadado a repeti-lo, pois é de minha essência assim ser, se não for doce com quem desejo, de que me vale desejar alguém, ou aproximar-me de alguém. Não! É esta a minha maneira de ser, doce, terno, meigo e acima de tudo companheiro, não sei, e não consigo ser de outra forma, esta é a minha essência.

Talvez um dia te encontre. A ti que anseio durante tantos anos e que sei que és como eu, que aguardas por alguém que segure nos seus braços, te ajude e te diga que amanhã tudo será melhor, que amanhã tudo estará bem e que vale a pena lutar pelo que entre nós existe e tudo vale a pena para o manter.

In Crónicas de um romântico

Posted por Lobo Mau às 09:14
| Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2005

Final das Férias

Pois é, tive quase duas semanas de férias e posso dizer que foram bem aproveitadas. Aproveitei e revi velhos amigos, que felizmente ainda se mantêm tão proximos de mim como sempre, e acima de tudo conheçi mais pessoas e fiz novas amizades. Isto é algoque me traz uma imensa satisfação, pois sinto que não foram umas férias em vão, expandi os meus horizontes e reforçei os circulos da minha vida.
Foram também umas férias com alguma meditação sobre erros cometidos no passado, e também de resoluções para o futuro!
Serve assim este meu post para deixar aos meus amigos uma grande obrigado pelo vosso apoio que me tem dado pela vida fora, e aproveitar para afirmar que estimo muito as novas amizades que fiz.

Boa noite a todos


Akele Abraço

Posted por Lobo Mau às 16:20
| Comentar | Adicionar aos favoritos

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Uivos recentes

. Lembranças

. Para aminha Canuca

. Uma questão de confiança

. The game its on.

. High Heels Effect

. Two weeks later

. Sonolência, ou não

. ...

. Nada é gratuito neste mun...

. Bonança

.Links Recomendados

.Arquivos

. Maio 2010

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Agosto 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.Moon Fases



lunar phases
 

.Contador de Uivos

Jewish
Sony Ericsson w300i
blogs SAPO